quarta-feira, julho 08, 2009

finalmente, Canadá!

Foi muito bom ter estado no Canadá pela primeira vez. E acho que assim como eu tinha minhas expectativas com o país, o público de lá também tinha as suas, com relação a mim. Acho que de nenhum dos lados houve decepção.

(A foto acima é da ilha de Victoria, lugar adorável por onde passamos, onde só se chega de barco. Nossa trajetória de turistas acidentais continua... Uma amiga nossa diz que o Canadá "é um país lindo, pena que só dá pra usar 4 meses por ano". Claro que os festivais acontecem no alto verão. E mesmo assim, faz um friozinho que pros cariocas incomoda)

Os concertos foram ótimos, tivemos alguns problemas de produção em duas cidades, mas a grande maioria funcionou bem. Nesta época do ano, o Canadá fica tomado pelos festivais de jazz, e algumas cidades têm palcos por tudo quanto é rua. Encontramos vários amigos músicos, especialmente americanos, fazendo a mesma trajetória que fizemos, passando pelos mesmos hotéis, nas mesmas cidades. Kenny Werner, Randy Brecker, David Sanchez (que gravou lindamente minha canção "Essa Mulher", e que eu ainda não conhecera pessoalmente), Roberta Gambarini, Claudio Dauelsberg e muitos outros mais.

 O final, em Montreal, foi tipo apoteótico – não vou aqui ficar contando vantagens, mas foi. A casa teve de rever sua política de não permitir mais de um bis, pois o pessoal não arredava pé do teatro. E era uma platéia musical e bacana, cheia de músicos locais da pesada como Jean-Pierre Zanella, velhos e queridos amigos nossos como Joe Lovano e sua mulher Judy, e novos amigos como a cantora canadense Bet e., que gravou "Feminina" - gravação que já me tinha sido apresentada pelo nosso comentarista habitual JoFlavio.

(um parenteses pro JoFlavio: só agora tenho tido mais tempo pra ouvir tudo o que você me mandou, era muita informação. Adorei os jazzistas portugueses e a Tierney Sutton, que eu não conhecia _ adoro ver uma cantora que não tem medo de se arriscar na corda bamba, sem rede)

Termino este rápido post canadense com uma foto que tiramos no ferry boat entre Victoria e Vancouver, onde nos apareceram umas baleias. Eu sei, aqui no Rio elas vivem dando o ar da graça no Leblon e no Arpoador. Mas foi divertido estar no barco, passando tão pertinho. Vejam só!


7 Comments:

At 11:45 AM, Blogger JoFlavio said...

O mundo do jazz sempre recebeu importantes contribuições do Canadá. O engraçado é que poucos reconhecem isso, uma discriminação incompreensível e sem sentido. É só lembrar alguns nomes. Oscar Peterson, por exemplo (Montreal). Gil Evans (Toronto), Maynard Fersuson (Verdun), Paul Bley (Montreal), Joni Mitchell (Fort McLeod), Holly Cole (Halifax), Diana Krall (Nanaimo), Carol Welsman (Toronto), Michael Bublé (Vancouver), Diane Nalini (Montreal) e Rob McConnell (London, Ontario), entre outros.

 
At 1:08 PM, Blogger ariane said...

Caríssima Joyce,

Andei usando muitos adjetivos para contar para as pessoas o clima do seu show em Montreal, mas você achou um melhor. Foi tipo apoteótico mesmo! E falo com conhecimento de causa de alguém que já a viu no palco inúmeras vezes.

Prazer e privilégio imensos ter podido presenciar um momento tão inspirado e inspirador.

Grande abraço, et à bientôt.

Ariane

 
At 3:38 PM, Blogger Tracy Kolenchuk said...

Tenho postado algumas fotos de Joyce na Martha Cohen no Teatro Calgary Jazz Festival, vê-los em: http://www.pbase.com/tracyk/2009_06_27_joyce_in_martha_cohen_theatre

slideshow em:
http://www.pbase.com/tracyk/2009_06_27_joyce_in_martha_cohen_theatre&view=slideshow

ver todas as minhas fotos do Calgary Jazz Festival em:
http://www.pbase.com/tracyk/calgarys_cjazz_festival

tracy
tracychess@hotmail.com

 
At 3:23 AM, Blogger Luiz Antonio said...

Só pra cair de paraquedas, e manter-me também como "comentarista habitual", embora morrendo de ciúmes do Joflávio, por não ter tido ainda uma "indicação" nos posts: O Canadá é 10! Não só na música, mas quem não viu, veja: JESUS DE MONTREAL - filmaço - do diretor canadense Denys Arcand.
Beijos e welcome in Brazil, com Z, porque o Brasil com S já não está mais aqui, musicalmente falando, ou será que também socialmente falando, politicamente falando, seguramente falando...
(ps: obrigatóriamente estarei em compromisso de trabalho no Rio de 16 a 23 de agosto, e vc, pela agenda, lá pelos lados de BH, que coisa!)

 
At 5:44 PM, Blogger Xica_da_Silva said...

Luiz,

Concordo completemente com você. E'claro que os Canadenses querem governar o mundo. Começa com o 'BraZil' e a proxima coisa vai ficar 'colour', 'theatre', e 'favour'! rsss...

 
At 4:40 AM, Blogger pituco said...

joyce,
agora é o slow bossa?...talvez já tenha dito, mas repito...

assisti um vídeo pelo youtube, onde cantas 'samba de verão' com o menescal(se não estiver faltando fosfato..rs)

piramidal...é a interpretação que mais curti até hoje...por que não registras?

com o joão donato é aqui em tokyo...quero assistir, com certeza.

saúde e toda harmonia prati os teus
amplexossonoros

 
At 9:12 PM, Blogger Marcel said...

Sucesso Sempre Joyce!

Já visitou o Youtube?? rs
Os vídeos do show com a Lucina estão lindos!

E por falar em histórias, você teria alguma pra contar sobre o seu belo instrumento, que é este violão? Ele é de uma beleza rara!

Até Jazz! =)

Marcel.

 

Postar um comentário

<< Home