sábado, outubro 01, 2011

ainda o rock in rio


Vejo os comentários da imprensa carioca, dando conta de que as melhores apresentações do Rock In Rio ontem foram de... João Donato e Martinho da Vila! Bem que o querido Jards Macalé fala sempre nos 'velhinhos fashion'. Os velhinhos fashion são tudo de bom. Hoje, provavelmente, o Erasmo também vai arrasar. (comentário no dia seguinte: de fato, arrasou! e no caso dele, com rock mesmo, do bão. Ainda é meu roqueiro brasileiro favorito.)

(Stevie Wonder tocando 'Garota de Ipanema' e 'Você Abusou' - desta, ele, como quase todo mundo, só sabia o refrão - com o povão cantando junto, afinadíssimo, foi um belo momento que vi pela TV. Bossa-nova e outras bossas num evento de rock, onde, assim como nos festivais de jazz que fazemos pelo mundo, cabe de tudo.

Aliás, quase todos os roqueiros que vieram tentaram fazer alguma citação de música brasileira - e, por acaso ou não, era sempre bossa-nova. No domingo meu neto me mostrou, vibrando, o video do show a que ele assistira ao vivo na véspera, do Coldplay, tocando... 'Mas Que Nada', com coro do povão e tudo. Já na noite dos metaleiros - que, pelo visto, também amam a bossa - o guitarrista do Metallica fez uma citação ao 'Samba de Uma Nota Só', que passou despercebida daquele público. Como disse um jornalista, algumas plateias são mais 'brasileiras' que outras...)

Enquanto isto, esta dupla de, digamos, compositores maduros - eu e Nelson Motta, amigos há mais de 40 anos - finalmente iniciamos uma parceria musical. Fizemos uma bossa bem slow, música minha e letra dele, chamada 'Estado de Graça'. É sempre bom quando pinta parceria nova com velhos amigos. Ultimamente isso tem acontecido muito comigo, e me tornei parceira de Marcos Valle, Francis Hime, Carlos Lyra, Menescal, e, last but not least, do próprio Donato. Essa com Nelsinho veio de surpresa, e foi muitíssimo bem vinda. Sob as bençãos de Vinicius de Moraes, sempre uma inspiração - e de quem não fui parceira por um triz.

8 Comments:

At 6:57 PM, Blogger Marcel said...

Será que eu sou um estranho no ninho? hehe

Eu também prefiro os nossos velhinhos fashion, e a nossa amada Bossa. Ah que coisa boa!

 
At 2:49 AM, Blogger Galvao said...

Joyce, você é maravilhosa! E em pleno vapor musical.
Gostaria de mandar umas músicas pra você letrar. Por favor, se sim eu as mando por email.(Me perdoe o atrevimento)
Grande abraço
Galvão

 
At 1:39 PM, Blogger pituco said...

joyce,

passei pra um rápido 'oi'...bom saber das parcerias, canções novas e coisa e tal...

curti e me emocionei pacas também em ver e ouvir o rock in rio na bossa, com mr.stevie...há quem diga ser demagogia...ent'ao, prefiro essa demagogia musical...lembrando que o cantor e compositor curte pacas música brasileira, já faz tempo...vídeos no yt comprovando minha afirmaçao...

aliás, bossa in rio já...
abraçsonoros

 
At 6:39 PM, Blogger joyce said...

Obrigada, Galvão, pelas boas palavras. Mas preciso dizer a você que tenho por princípio fazer parceria apenas com pessoas com quem já tenho alguma proximidade. Não é elitismo, mas parceria musical é coisa íntima demais, ao meu ver, muito complicada, e mesmo quando se conhece bem a pessoa, pode não funcionar essa química. Já me aconteceu, e já vi acontecer com outras pessoas. Por isso minha opção em não trabalhar dessa forma. Mas agradeço pelo convite, de qualquer modo. Um abraço e boa sorte!

 
At 7:57 PM, Blogger Xica_da_Silva said...

Oi Joyce!

Confesso que senti orgulho quando os brasileiros mostram tanto carinho por nossos musicos norte-americanos como Stevie, etc. Ninguem traz a saudade da infancia (nos anos 70) mais do que musica d'ele...ainda lembro bem ser no carro com a mae, que tambem adora o Stevie, tao felizes e cantando juntos "You Are The Sunshine of My Life". Por uma garota jovem e ingenua, foi uma expressao da minha realidade, da innocencia que quase nao existe mais pra mim sem o balsamo divino da musica. Mas como, por um homem que deve ter sentido as magoas do preconceito apesar de ser genio, como ele cria tanta luz e boa energia? Parece um milagre, e ele me faz lembrar do misterio do Brasil no tempo da ditadura...como tanta beleza chegou apesar de tanta dor?

 
At 6:29 PM, Blogger Luiz Antonio said...

Estive essa semana no Riocentro. Passei na frente da cidade do ROCK, que bem poderia ser chamada assim aquela região, pois Rio de Janeiro , definitivamnete não é a começar pela lonjura. Nunca tinha ido "praquelas" bandas, emergente demais, esnobe demais e aquela estátua da liberdade na frente do Barra é de um mal gosto total. Será que naquele bairro se fala português ou pelo menops carioquês? Te confesso, até meio deprê fiquei ao circular por ali. Salvo pelo anúncio de SADE no HSBC ARENA, por ela eu encarava! Por você também, mas sei que preferes os palcos cariocas ou efetivamete te apresentas em outros paises mesmo e não em pseudosbrasis! DESABAFO DESSE GAÚCHO NASCIDO CARIOCA E QUE DO RIO SÓ ENTENDIA POR SER: A BAIXADA ATÉ SÃO CONRADO, POR UM LADO E O DOUTRO DOS MORROS DA FLORESTA DA TIJUCA COMO SENDO O RIO.....
hummm.....lembrei de "quando te encarei frente a frente, não vi o meu rosto...." BOM FINDI A TODOS.
BEIJOS

 
At 10:04 PM, Blogger Bernardo Barroso Neto said...

Que maravilha saber dessa parceria sua com o Nelson Motta.
Vi alguns videos do Donato no rock in rio realmente ele deu show, como sempre.
Muitos estranegeiros inclusive rockeiros adoram Bossa Nova. Já li uma entrevista do vocalista do Mettalica falando que adora Tom Jobim.

 
At 3:39 PM, Anonymous Luiz Roberto said...

quem foi o chato que colocou aquela camisa por cima do Donato?...será que foi ele mesmo?...rsss...

 

Postar um comentário

<< Home