quinta-feira, janeiro 13, 2011

chuva grossa

É um fenômeno da natureza, sim, mas cada vez mais tem a incúria humana nessas chuvas que caem no Brasil nesta época do ano. A falta de cuidado, as construções em áreas de risco, o descaso de sempre das autoridades da hora, tudo isso agrava uma situação que ocorre pontualmente entre janeiro e março (no ano passado, aqui no Rio, foi em abril). Como é possível que isso se repita, e em circunstâncias cada vez mais sérias? As pessoas não se dão conta das mudanças climáticas, que somente pioram o quadro?

No final do ano passado tocamos em Nova Friburgo e Teresópolis, adoráveis cidades serranas que hoje se encontram debaixo de lama. Deu uma tristeza ver no jornal de hoje as fotos da graciosa praça principal de Friburgo, tão organizada e limpa, totalmente destruída. E Itaipava, onde tantas vezes estivemos em pousadas charmosas, hoje inundadas? E todas as outras localidades vizinhas? E o nosso Rio de Janeiro?

Não há muito o que dizer diante do sofrimento de quem perdeu casa e família, a não ser tentar ajudar de alguma forma e prestar solidariedade. Mas que tristeza...

3 Comments:

At 2:19 AM, Blogger pituco said...

joyce,

acompanho com tristeza e preocupação as enchentes no brasil e na austrália...vítimas, estórias trágicas, tudo que nos pôe tão impotente...

a trilha sonora desse momento é o silêncio...como oração...e o momento é de solidariedade

abraçsons

 
At 2:27 AM, Blogger Notícia em Verso said...

É triste, mas a história se repete, é uma evidência
Ver mortes e desabamentos sem poder tomar providência
Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo embaixo de lama
O estado do Rio de Janeiro pede ajuda, implora, clama

No ano passado, a tragédia foi no réveillon, nas ilhas de Angra, belas
Igual: deslizamentos nas encostas, perdas e inúmeras sequelas
Mas parece que Cabral, o governador, não sabe ou se esqueceu
De férias na Europa? Como pode? Não agora! Entendeu?

É momento de usar o que sobrou e se tem em mãos
Já que, mais uma vez, faltaram políticas de prevenção
Defesa Civil precisa reforçar a ação e conscientização
Residências irregulares tem destino certo: desabarão

Com a tragédia anunciada, Dilma confirma sua chegada
O governador, já de volta, mostra o que restou das estradas
FGTS, muito bem, será liberado para quem precisar
E para aqueles que não tem mais onde morar

Do Governo Federal virá um bilhão para reparos
Para as famílias de 500 vítimas é difícil o amparo
A reconstrução terá apoio de todos, amigos e parentes
E se possível, senhor, uma estiagem de políticos negligentes

(http://noticiaemverso.blogspot.com)
twitter: @noticiaemverso

 
At 10:07 AM, Blogger Luiz Antonio said...

AÇÃO E REAÇÃO. LEI DA FÍSICA, MAS SOBRETUDO UMA LEI DOS PRINCÍPIOS UNIVERSAIS DO CRIADOR. MILÊNIOS DE AGRESSÃO A NATUREZA OU NO MÍNIMO ALGO EM TORNO DE QUATRO SÉCULOS DA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL ALIADO A POLITICAS DE INTERESSE PURAMENTE ECONÔMICO, SEM EDUCAÇÃO E FOCO SOCIAL. TÁI A REAÇÃO...E COM DESCULPA AOS OTIMISTAS...ISSO É APENAS O COMEÇO. HÁ ALGUNS ANOS NINGUÉM NEM SEQUER SABIA O QUE ERA TSUNAMI...ESTAMOS APRENDENDO NA DOR,MAS DEUS SABE DISSO...FÉ E REAÇÃO_ NOSSA_ EM PROL DE TANTOS IRMÃOS DESASSITIDOS E MUITAS VEZES INOCENTES.

 

Postar um comentário

<< Home