quinta-feira, janeiro 10, 2008

paraíso tropical

Vejam, no melhor estilo 'onde está Wally?', o sagüizinho aí da foto. Uma graça, a não ser pelo fato de que come ovos de passarinhos ainda no ninho (este ano eles não vieram, e os passarinhos da minha rua se reproduziram lindamente) e pelo outro fato, tenebroso, de que uma epidemia de febre amarela pode estar em curso no Brasil, começando pelos macacos e chegando rapidamente aos humanos.

Em 2002, quando eu e minha filha mais nova tivemos dengue hemorrágica, uma carta indignada que escrevi aos amigos acabou sendo publicada na imprensa e causou repercussão inesperada. Apareci em capa de revista (praticamente dada como morta, é verdade), equipes de rádio e TV ficavam de plantão na minha porta, enfim, uma loucura que eu jamais teria previsto. A questão maior era o teor da carta, que colocava em dúvida as informações sobre a doença que estavam sendo veiculadas naquele momento. E o fato de que ninguém parecia saber se o mosquito era federal, estadual ou municipal, uns empurrando para os outros a responsabilidade. Finalmente, depois de muita pressão, resolvi ir ao RJ-TV, na TV Globo, para acabar logo de uma vez com esse assunto.

Junto comigo, na entrevista, estava um especialista em saúde pública e doenças tropicais. Quando o programa já ia terminando e o entrevistador iniciava as despedidas, pedi licença para uma última pergunta, e indaguei do médico: 'doutor, o mosquito de dengue é o mesmo da febre amarela, não é?' 'Sim, claro', ele disse. 'Então', eu perguntei, 'pode ser apenas uma questão de tempo?' Ele concordou, com ar desolado.

(Pois é, eu e meus exercícios de futurologia... Minha família acha graça até hoje quando lembramos de que no início da década de 80 eu tive um insight e disse: um dia, daqui a não muito tempo, cada pessoa terá seu próprio telefone e vai andar pela rua falando sózinha. Era eu 'inventando' o celular.)

E taí a minha previsão sobre a febre amarela _ de volta, infelizmente, quase um século depois de ter sido erradicada. Aqui em Pindorama vamos caminhando a passos largos em direção ao passado. O futuro é hontem.

PS- eu e Tutty estamos vacinados desde o ano 2000, quando viajamos para a África. Vocês já estão?

5 Comments:

At 2:02 PM, Blogger Gustavo :: ovatsuG said...

Parabéns pelo seu blog. "Descobri" seu talento há alguns meses e estou encantado com sua obra. Pena não ter encontrado todos os discos que queria. Mas, enfim, o que importa é saber que ainda contamos com muita gente boa aqui nesse país que sabe fazer a verdadeira arte!
Acho que sou vacinado. Mas, felizmente, estou em um dos estados "livres" da epidemia.
Beijos e boa sorte! SEMPRE!

 
At 4:32 PM, Blogger Bernardo Barroso Neto said...

Oi Joyce!
Esse Brasil realmente não é pra principiantes, como dizia Tom Jobim.
É dengue, é febre amarela, é corrupção. São tantas as epidemias que tem nesse país.
Como aconteceu com a dengue, agora o problema da febre amarela é por causa do descaso do governo com a nossa saúde, isso que era pra ser básico.
Eu moro no norte do ES, um dos lugares de risco da febre amarela, eu vacinei foi em 2002, no meio da epidemia de dengue.
Isso é uma vergnha, um país que vai sediar uma Copa do Mundo e quer trazer a Olimpíada, sofrer com a febre amarela. A nossa saúde pública está parada a muito tempo.

 
At 10:54 PM, Anonymous JACOVAZZO said...

Estou indo pro Rio de Janeiro em marco, me vacinarei imeiatamente quando chegar.

 
At 4:23 PM, Blogger Pituco said...

pra gerações mais jovens, 'febre amarela' é um termo que indica a invasão de brasileiros-descendentes, no Japão...rs!

antes fosse apenas uma brincadeira dessas, não é verdade?

aguardo previsões mais otimistas...rs!

amplexosonoros
namaste

 
At 5:15 PM, Blogger Cristiane Figueirêdo said...

Bem, tomei a minha vacina ontem, pois vou viajar pra uma das áreas. Fazer o quê né ? É necessário macacos e pessoas morrerem pra tomarem uma atitude.

Cristiane

 

Postar um comentário

<< Home