domingo, setembro 05, 2010

Jazz na Colômbia


Eu tinha dito (na verdade, tinha certeza) que não sairia mais do Brasil este ano. Mas os inesperados vivem fazendo surpresas, e lá vamos nós de novo, num chamado de última hora. Na verdade, uma substituição - essas coisas acontecem, e eu não me incomodo nem um pouco de dizer que não fui a primeira escolha dos organizadores do Barranquijazz Festival (www.barranquijazz.com), edição 2010, que acontece em Barranquilla, Colômbia, na semana que vem. 

A noite seria de Cassandra Wilson e depois Chucho Valdez com sua orquestra afro-cubana. Cassandra, por alguma razão que desconheço, cancelou sua ida - e assim fui convidada para cobrir esse buraco na programação. Beleza: conseguimos reunir o trio, com Hélio saindo de NY e Rodolfo de SP, eu e Tutty do Rio, além de nossa produtora paulista Guete. 

Até o momento, minha única experiência com a Colômbia foi ter uma música minha (em parceria com Donato), 'E Vamos Lá', gravada pelo superstar pop colombiano Juanes, num projeto recente de Sérgio Mendes (com versão em espanhol e o título de 'Y Vamos Ya'). Pra nós tudo será novidade, pois a LatinoAmérica tem poucas relações musicais com o Brasil e vice-versa. Vamos ver se a gente ajuda um pouquinho a furar essa barreira. 

6 Comments:

At 11:59 PM, Blogger pituco said...

joyce,

um amigo contrabaixista tem o costume de brincar com esses chamados de última hora, classificando-os não de trabalho, mas sim de 'pronto socorro'...rs

de qualquer maneira, também não vejo problema algum...desde que sejam bem remunerados...afinal, ambulância e coisa e tal tem um orçamento extra, não é verdade?

não conhecia o festival e tão pouco juanes...valeram as dicas.

boa viagem, vibes e apresentação prati e a galera toda.

abraçsonoros e calorosos (38C)

 
At 7:35 AM, Blogger pituco said...

joyce,

tenho acá um cd de mr.hancock...the imagine project (aliás, não curti muito não)...e lá tem entre os guests, juanes...deve ser o mesmo, não é verdade?

abraçsons

 
At 5:38 PM, Blogger joyce said...

Deve ser ele mesmo, Pituco. Ele é um superstar na música latina. A gravação dele no CD do Sérgio Mendes da nossa música ficou... engraçada. Irreconhecível. Mas foi legal ver outro ponto de vista sobre a nossa canção.

 
At 5:54 PM, Blogger Xica_da_Silva said...

Que bom essa nova viagem, Joyce!

Tenho visitado a Colombia dois vezes; a gente tão calorosa e aberta, como muitos do Brasil, eu acho! Mesmo que viajei sozinho, nunca mi senti solitaria; os Colombianos não parecem timidos!

Nunca vi Barranquilla, mas fui em Bogota, Cartagena, e varias outras cidades historicas...faz me lembrar um pouco do Minas Gerais. Se voce pode, vale a pena a ver o Parque Tayrona, que não e' muito longe de Barranquilla. Tambem, ha algum coisa chamado volcão de lama em Totumo, um pouco norte do Cartagena. E' um banho de lama natural; não e' por toda pessoa, mas acho que super legal e divertido! Dizem que e' muito bom por a saude, mas quem sabe...talvez estou uma tourista ingenua. :)
De qualquer jeito, espero que voce e a turma tem um boa viagem e muita musica!

PS. Juanes!!! Ele e' um grande superstar, sim! Gosto muito d'ele porque como a Shakira, ele escreve bom pop-music, mas tambem tem um consciencia social, e tenta fazer o mundo um lugar um pouco melhor.

 
At 10:13 AM, Blogger JoFlavio said...

J,
Enquanto isso a cantora e pianista canadense se apresenta hoje em São Paulo, aliás com ingressos esgotados. A temporada ainda inclui Brasilia e Rio. Em entrevista à Folha de São Paulo, ela fala sobre o que tem ouvido ultimamente. "É sempre difícil citar, mas posso dizer que tenho ouvido muito Stevie Wonder. Songs in the Key of Life é um disco complexo! Tenho estudado sua música, é um desafio. Também tenho ouvido Wayne Shorter, Sergio Mendes Trio, Horace Silver. Gosto da Joyce. E da Céu."

 
At 10:32 PM, Blogger Bernardo Barroso Neto said...

Gosto bastante do Juanes. Grande músico. Eu conheço essa gravação do cd do Sergio Mendes e gostei, como você falou ficou diferente.
Falando nisso conheci uma gravação sua sensacional: Dias azuis, com o Lee Ritenour e o Daniel Jobim. Aliás considero o Daniel um dos melhores compositores da nova geração da nossa música, ele tem mesmo a quem puxar.

 

Postar um comentário

<< Home