quarta-feira, janeiro 28, 2009

conversa fiada


Uma ótima coisa. Essa foto é do meu aniversário de 2006. Amigos aqui em casa conversando. Não é nada de mais. Só um hábito que faz bem. Não sei se acontece com todo o mundo, mas o que tenho notado nos ultimos anos é que as pessoas estão se encontrando mais, se vendo mais, rindo mais, falando mais _ e isso é muito bom.

Flashes de encontros recentes:

Anteontem, na casa do Donato. Ao ver o Tutty chegando, e sabendo dos últimos acontecimentos cardiacos e dos sustos que passamos, João, que também tem um coração complicado, mandou a pergunta, numa boa: "e aí, Tutty, vai ou não vai?" Ninguém mais faria um comentário desses impunemente, e caímos todos na gargalhada no ato _ menos o proprio João. Era sério.

Mesmo bat-local: ouvimos uma gravação deslumbrante de 'Very Early', linda composição de Bill Evans, que temos aqui em casa gravada pelo autor, em várias versões. Essa que Donato nos mostrou é de um brass ensemble do Canadá, liderado por um trombonista chamado Rob Mc Connell (obrigada). Vou incluir no meu carrinho de compras na Amazon. O arranjo dele é dos deuses, e não sai mais da minha rádio-cabeça.

Ontem, show na Modern Sound. Uma livraria/loja de discos, mas surpreendeu. Visto assim do palco, parecia um Canecão lotado, e eu estou falando sério. Nunca imaginei que coubesse tanta gente naquele espaço. O som surpreendeu também, tudo nos seus lugares. Deu pra gente se divertir muito, foi bom demais. É a reinvenção carioca que se manifesta ali, nas livrarias da Zona Sul, nos antiquários da Lapa, nos quiosques da Lagoa: não temos onde tocar? inventa-se um lugar. O Rio é bom nisso.

Não quero que este blog fique com cara de diário, como tantos _ almocei, escovei os dentes, li um livro _ e vou parando por aqui. O mundo não se resume ao umbigo da gente.

Mas foi dada a partida no ano musical, com muita alegria e muitos amigos juntos.

E como dizem os Saltimbancos, todos juntos somos fortes.

5 Comments:

At 3:29 PM, Anonymous Anônimo said...

Procurei feito louco a gravação que vc falou de Very Early. Achei uma no disco "Brassy & Sassy", de Rob McConnell & The Boss Brass. Seria essa?

Abração.

 
At 5:14 PM, Anonymous Janete de Andrade Lemos said...

Ahhhhh Joyce, vou pular essas linhas sobre ontem (rs), tapar os olhinhos e fingir que estava lá dentro, participando daquilo tudo!...Ai que pena que não consegui entrar...Modern sound! Nem me fale...Quando a teremos aqui outra vez?

 
At 8:16 PM, Blogger Amora Blur said...

Joyce, como é bom ler vc! Torna meu dia mais feliz. Beijo pra ti, minha flor!

 
At 12:17 PM, Blogger JoFlavio said...

Joyce.

Estou ultimamente devorando um CD & DVD da cantora portuguesa Paula Oliveira ao lado do contrabaxista (também português) Bernardo Moreira, em quarteto. Seria talvez uma nova fase da música lusitana. Ganhei de um amido de Lisboa. Acho que vc iria gostar muito. Como fazer para mandar prá vc pelo correio? Se for o caso, mande algum endereço para londrinajazzclub@hotmail.com

 
At 6:02 PM, Blogger LM said...

Sim, todos juntos somos fortes! E muito! Bate papo, amigos, conversa fiada, bobagens... Isso td faz parte de nós! Bjs,

 

Postar um comentário

<< Home